FORQUILHA E EU


Na história da minha cidade natal, Paulo Afonso-BA, consta que um dos seus primeiros nomes, quando ainda fazia parte do município de Glória, foi Forquilha. Mas, o que é uma forquilha?

Sempre ouvi, nos tempos de colégio, que a forquilha  - um graveto em forma de "y" - era usada pelos moradores da região para encontrar água. Embora não haja comprovação científica, os adeptos da radiestesia, ciência oculta que investiga a suposta sensibilidade humana às radiações, acham que com a forquilha é possível se perceber a água em movimento sob a terra.

Segundo o blog http://poderdaradiestesiaeradionica.blogspot.com/, existem ilustrações do Imperador chinês Yü que governou a China há 4.000 anos, usando uma forquilha para detectar água e que no Egito existem registros de radiestesistas há milhares de anos. Conta, ainda, que Moisés, quando fez verter água da pedra, usou um bastão que se inclinou para baixo para indicar a presença de veio de água e que livros e gravuras antigos sobre a Idade Media mostram os mineiros se utilizando das varinhas mágicas para descobrir a presença de veios de água e de jazidas de minérios.

A minha intenção foi usar a forquilha para encontrar ideias, para debater temas importantes, para ajudar e ser ajudada. Uma forquilha para conversamos, para confabularmos. Por isso, em 12 de março de 2007 estreou o blog Forquilha.